quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Restaurant Week Edição Verão - Campinas 2013


O Restaurant Week teve início nos Estados Unidos há 20 anos. Atualmente é o maior evento gastronômico do mundo e acontece em 100 países.
Chegou ao Brasil em 2007, começando por São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Recife.
E Campinas participará pela 4ª vez neste ano de 2013.
Será uma Edição Verão, representada por 19 restaurantes renomados.
O Restaurant Week tem a proposta de tornar a alta gastronomia mais acessível à população, oferecendo cardápios especiais com entrada, prato principal e sobremesa pelo valor de R$ R$ 34,90 no almoço e R$ 47,90 no jantar, (bebidas, taxa de serviço e couvert não inclusos), sendo que nem todos os restaurantes participarão no almoço e jantar. 
Com mais R$ 1,00 opcional, o cliente contribui com o Instituto Ayrton Senna (IAS), fundado em 1.994, seus programas beneficiam cerca de dois milhões de alunos em mais de 1.300 municípios do país.
A APAE-SP será beneficiada com a doação das Notas Fiscais (sem CNPJ ou CPF).

Confira os restaurantes participantes:

CA DI MATTONE (italiana)
Praça São Sebastião , nº 43 – Sousas
http://www.cadimattone.com.br/


CASA DE MARIA BISTRÔ (contemporânea)
Rua Maria Nassif Mokarzel, nº 237 – Barão Geraldo
http://www.casademariabistro.com.br/


CAYENA BISTRÔ (contemporânea)
Rua Capitão Francisco de Paula, nº 264 - Cambuí


DEL JARDIN (internacional)
Rua Severo Penteado, nº 140 – Cambuí


EMPORIUM DO BACALHAU (portuguesa)
Rua Emílio Ribas, nº 1.137 – Cambuí
http://www.emporiumdobacalhau.com.br/


ESQUINICA COZINHA IBÉRICA (ibérica)
Av. José de Souza Campos, nº 425 - Nova Campinas
www.esquinica.com.br


ESTAÇÃO MARUPIARA (brasileira)
Rua Professor Manuel Saturnino Amaral, nº 29 – Joaquim Egídio
http://www.estacaomarupiara.com.br/


GALLO NERO RESTAURANTE (italiana)
Rua Maria Monteiro, nº 59 – Cambuí


JOE & LEO´S (variada)

Parque Dom Pedro Shopping - Santa Genebra
http://www.joeleos.com.br


L´ALOUETTE (francês)
Rua Padre Almeida, nº 632 – Cambuí
www.lalouette.com.br


LA PASTA GIALLA (italiana)
Rua Coronel Silva teles, nº 75 - Cambuí
www.lapastagialla.com.br


LOREN GOURMET (contemporânea)
Rua Emília Paiva Meira, nº 76 - Cambuí
www.lorengourmet.com.br


MATISSE (contemporânea)

Rua Conceição, nº 450 - Centro


MOUSSE CAKE (contemporânea)
Shopping Iguatemi, 2º Piso - Vila Brandina


NOSOTROS (ibérica)
Rua Antonio Cezarino, nº 885 - Centro


OLIVETTO RESTAURANTE E ENOTECA (italiana e contemporânea)
Av. Coronel Silva Telles, nº 843 – Cambuí
www.olivetto.com.br


SCAPPI (variada)
Rua Doutor Sampaio Ferraz, nº 444 - Cambuí
www.scappi.com.br

SENHORITA BISTRÔ (contemporânea)
Rua Antonio Lapa, nº 1.029 - Cambuí


VILA PARAÍSO (frutos do mar e variada) 
Rua Heitor Penteado, nº 1.716 – Joaquim Egídio
http://www.restaurantevilaparaaiso.com.br/



O evento acontecerá de 04 a 17 de março de 2013.
(exclusividade para clientes do cartão Mastercard Platinum e Black, de 25 de fevereiro a 03 de março de 2013).
Confira o cardápio especial de cada restaurante e mais informações no site:

www.restaurantweek.com.br/restaurantes/sp/13/0/0/1/0



segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Boteco Tia Telê – Campinas


Por indicação da amiga e seguidora Lilian Cerveira, fui conhecer o Boteco Tia Telê. Seguindo a tendência de fugir dos bairros com grandes concentrações de bares e restaurantes, o boteco foi recém-inaugurado no Taquaral, em 1º de fevereiro.
A galera responsável pelo bar veio de Porto Alegre, com tradição de sete bares no currículo. A curiosidade é que todos são batizados com nomes de mulheres queridas na família, como as tias e avós.
No caso de Campinas, a homenagem foi para a tia do proprietário Moacir, a Telê.
A decoração é toda feita com discos que fizeram sucesso há tempos, lembrando os bons tempos de Globo de Ouro e Chacrinha.


Decoração do Boteco

Uma das paredes é toda decorada com vinis e outra com as capas, como Agepê, Jovelina Pérola Negra, Vicente Celestino, Raça Negra, Grupo Raça, Elis Regina, Noel Rosa, Zeca Pagodinho, Alcione, Beth Carvalho, entre muito outros.
É um ótimo bar pra ser frequentado nas noites quentes, pois ele é praticamente todo aberto. As mesas ficam em um espaço com cobertura e também a céu aberto.
No cardápio, muitas opções de porções, lanches, salgados e pratos.
Há uma grande variedade de petiscos e confesso que fiquei meio confusa com o cardápio, pois são muitas as informações.

Batata Recheada de Camarão e
Escondidinho de Carne Seca

Dicas da Mi:

  • Vou Deitar e Rolar (filé com molho gorgonzola e aipim frito)
  • Batata Recheada Tia Telê (com camarão)
  • Escondidinho de Carne Seca
  • Lanche Nervos de Aço (presunto Parma, rúcula, muçarela e tomate)
  • Polenta Recheada
  • Bolo de Carne com Provolone

Vou Deitar e Rolar

As porções chegam rapidinho à mesa e são bem gostosas. Sempre decoradas com pimenta biquinho, que além de enfeitar o prato, são super saborosas.
A maioria das porções leva os nomes de músicas marcantes de intérpretes do samba e da música brasileira.
Para beber, caipirinhas da casa, cervejas especiais long neck e as tradicionais de 600ml, além do chopp Devassa muito bem tirado e uma boa carta de cachaça.


Bem brasileira

De Porto Alegre também veio parte do pessoal que trabalha servindo as mesas. Os garçons são bem atentos e ao mínimo movimento já estão na mesa para nos atender.
Os pedidos são marcados em uma comanda individual, no nome de cada cliente.
O som que rola no bar é o gostoso sambinha das antigas, assim como os DVDs de shows que ficam passando na TV, embalando a conversa horas a fio.
Esse é o Boteco Tia Telê, mais uma opção para quem aprecia a arte de botecar.

Pimentas & Molhos

Boteco Tia Telê - $$
Rua Basílio de Magalhães, nº 23 – Parque Taquaral
Campinas - SP
Tel (19) 3241-9211

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Rosário Restaurante e Linguiçaria – Bragança Paulista


Se Campinas tem um famoso Rosário, Bragança Paulista também tem. Tão tradicional quanto o nosso, o Rosário Restaurante e Linguiçaria é famoso por ser o pioneiro a preparar as tradicionais e autênticas linguiças bragantinas.
A receita foi trazida da Itália e o bar aberto em 1.947 ao lado da Igreja do Rosário. A iguaria preparada pelo casal Octávio e Mariquita, ficou tão famosa, que foi necessário mudar de local para comportar os clientes que já não eram mais somente da cidade e sim de toda parte do estado de São Paulo e até mesmo de outros estados. A produção chegava a 200 quilos por dia.


Direto da Fonte

Hoje, devido ao reconhecido trabalho, o Rosário possui duas unidades, uma no portal da cidade e outra dentro do Estádio do Bragantino, além de contar com uma fábrica, a qual produz mais de dez tipos de linguiça, entre elas a tradicional, com ervas, brasileirinha, ao vinho, prensada, apimentada, com provolone, com alho, com azeitonas, com rúcula, tomate seco, etc.


Dá para resistir a umas comprinhas?

A unidade que conheci, foi a do portal da cidade. Ao passar pelo local, sua fachada simples não chamou a atenção, mas sim um detalhe no banner, onde estava escrito “desde 1.947”. O que eu jamais imaginaria, era a deliciosa surpresa que nos aguardava.
A casa é simples, possui um ambiente super familiar, com uma gostosa varanda que estava lotada e um salão interno, no qual nos restou escolher uma mesa.
O cardápio era de babar, mas entre tantas opções, não poderíamos deixar de escolher o carro-chefe da casa, a Linguiça do Rosário.


Saladinha Individual Caprichada 

Dicas da Mi:
  • Linguiça do Rosário (acompanha feijão, arroz, ovo, farofa e salada)
  • Contra-filé a Parmegiana (acompanha arroz, fritas e salada)
  • Bisteca de Porco (acompanha feijão, arroz, ovo, farofa e salada)
  • Porção de Torresmo
  • Lanche X Calabresa Salada (linguiça do Rosário, queijo, salada e maionese)
  • Lanche X Beto Leão (linguiça do Rosário, vinagrete, queijo, purê de batata e maionese)
Linguiça do Rosário e seus acompanhamentos

Voltando a falar do cardápio, há diversas opções de carnes, peixes, aves, massas e porções, além de cada dia ter um prato especial, como a feijoada às quartas e sábados.
Muita procura tem também os lanches da casa,  sendo os de maior saída, aqueles preparados com linguiça.
Os pedidos chegaram super rápido à mesa, tanto que quase não deu tempo de dar o primeiro gole na bebida e já estava tudo lá. Para nossa surpresa, não parava de chegar comida, pois os pratos são individuais e os acompanhamentos servidos em porções separadamente.
Mesmo estando em duas pessoas, aconselho a escolher uma mesa grande, pois em uma só não caberia tantas travessas.
A salada que acompanha os pratos é composta por alface, tomate, cenoura, beterraba e cebola. Estava deliciosa e foi preparada com verduras e legumes fresquinhos.
O feijão e arroz é daqueles que lembram a comida da vovó e a linguiça caseiríssima servida com ovo frito por cima, estava divina.


O melhor Torresmo da Face da Terra

Como somos lombriguentos, vimos uma porção de torresmo na mesa ao lado e fomos obrigados a pedir uma também. Fazia tempo que não comia um torresmo com essa qualidade. Bem carnudo, sequinho e com o couro super crocante.
Fomos atendidos por um garçom pra lá de simpático, o Pituca. Achei muito legal o modo dele atender as mesas com rapidez e muita alegria, sempre cantando uma música animada.
Depois da refeição, não perca a oportunidade de apreciar a vitrine das linguiças e escolher qual delas levar para casa.




Rosário Restaurante e Linguiçaria – $
Av. Dom Pedro I, nº 1.400 – Jardim Nova Bragança
Bragança Paulista – SP
Tel (11) 4032-7894

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Dutch Pub – Campinas



Fui conferir o mais novo pub de Campinas e gostei muito do que vi por lá. Localizado no Cambuí, o Dutch Pub, foi inaugurado em 26 de janeiro de 2013, ou seja, não completou 1 mês e já é um sucesso.
Ao chegar fomos recepcionados por uma bonita e simpática hostell, que nos colocou uma pulseira-comanda e nos informou que era noite de double chopp Heineken.

Decoração

Ao passar os olhos pelo pub, pude apreciar uma decoração moderna e refinada, com um lindo e atraente balcão e suas banquetas além de quadros e luminosos de bebidas muito bem localizados nas paredes.

Convidativo Balcão

Como o próprio nome diz, o pub é holandês, e assim podemos nos deliciar com as cervejas importadas e comidas típicas holandesas.
Aliás, ao folhear o cardápio, rapidamente constatamos a grande variedade de cervejas e de chopp, tanto que somente após passar diversas folhas, chega-se aos pratos e porções.
O cardápio é bem explicativo e as cervejas são separadas por nacionalidade, como alemã, austríaca, argentina, belga, holandesa, irlandesa, italiana, mexicana, tcheca, uruguaia e  brasileira.

Chopp Heineken

Fomos informados que haviam também algumas cervejas que não constavam no cardápio, mas era só pedir ao garçom, como  a Hoegaarden e a Rodenbach.
No quesito comida, muita coisa boa me chamou a atenção, pois a casa trabalha com pratos para aqueles que procuram uma refeição, com carnes, peixes, aves e massas ou porções para aqueles que preferem um tira-gosto.

Delicioso Mini Burguer preparado com pão de cerveja


Dicas da Mi:
  • Mini Burguer
  • Bolinho de Mandioca com Carne Seca
  • Salsichões Holandeses
  • Combo Eisben Compleet (eisben, salsichão, purê e dois tipos de chucrutes)
  • Kassler (com purê de escarola e bacon) 

Bolinho de Mandioca com Carne Seca

As porções são saborosas, bem servidas e muito bem decoradas em pratos personalizados e com bandeirinhas da Holanda. Os ingredientes são selecionados assim como os molhos e condimentos que os acompanham.
Para beber, já que era noite de double chopp, fomos de chopp Heineken, servido em boas canecas. O sistema é oferecido de segunda à sexta-feira.
O atendimento foi excelente, com rapidez e atenção.

Decoração

Outro destaque do pub, é o som de extrema qualidade, pois rolaram ótimas seleções de rock’n’roll a noite toda, em um volume agradável que dava para curtir o som e conversar.
Ducth Pub abre todos os dias, das 17:00 às 02:00 hs e é com certeza, mais uma opção para quem procura estilo, qualidade e diversão.



Dutch Pub - $$
Rua Antônio Lapa, nº 642 – Cambuí
Campinas – SP
Tel (19) 3308-7075
www.dutchpub.com.br

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Esquina do Bacalhau - Santos


Esse boteco me fez voltar aos tempos de infância, pois é pertinho da casa da minha avó e quando eu ficava lá, costumava ir até a Esquina do Bacalhau para comer salgadinho e tomar sorvete. Era uma festa.
Hoje, volto com meu marido, para tomar cerveja e comer os famosos bolinhos de bacalhau e os deliciosos pastéis.


Estufa Repleta de Gostosuras

Botecão de esquina, super tradicional em Santos, bem frequentado e sempre lotado, principalmente em dias de jogo. O bar é todo avarandado e as mesas são acomodadas por todo esse espaço.
Como todo boteco que se preze, a estufa é repleta de salgados, o que aguça ainda mais a fome da galera.
No cardápio, salgados, porções, lanches, refeições e churrasco.


Tradicional Bolinho de Bacalhau

Dicas da Mi:

  • Bolinho de Bacalhau
  • Pastel de Carne
  • Pastel de Camarão
  • Empada de Camarão, Frango ou Palmito
  • Churrasco (carnes diversas servidas em porções inteiras ou meia)



Pastéis de Carne

Depois do bolinho de bacalhau super recheado e delicioso, o salgado que tem mais saída é o pastel de carne, seguido pelo de queijo e o de camarão.
Tá certo que Santos é a terra do pastel, mas acho o da Esquina do Bacalhau um dos mais diferentes que já comi. Os pastéis são pequenos, porém recheados do começo ao fim. A carne não é moída e sim desfiada, e preparada com um molhinho vermelho que dá um toque bem especial. Ou seja, vale a pena experimentar e repetir.


Pastel de Camarão

Outra atração do bar é a churrasqueira, a qual fica bem à vista do público. O tradicional churrasco é preparado a partir das 17:00 hs, de terça a domingo e é servido em porções. O cliente pode escolher entre alcatra, contra-filé, maminha, picanha, linguiça toscana, coração e costelinha suína, além da porção mista e dos espetinhos de coração e de queijo.
Outro ponto forte do bar é o almoço, servido de segunda à sábado, variando o prato conforme o dia e fechando a semana com a tão esperada feijoada.
Fomos muito bem atendidos por duas moças rápidas e atenciosas, que não deixaram a cerveja faltar.
A Esquina do Bacalhau é uma ótima pedida para quem gosta de botecos descontraídos com petiscos de dar água na boca.



Esquina do Bacalhau - $$
Avenida Marechal Deodoro, n° 148 - Gonzaga
Santos - SP
Tel (13) 3284-9900

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Sulina – Campinas



Escrever sobre o Sulina é uma verdadeira viagem no tempo, pois o restaurante é o mais antigo do Distrito de Sousas. Seu nome é uma referência a origem da família de proprietários, que veio de Santa Catarina trazer um estilo de churrasco gaúcho, preparados conforme receitas tradicionais do patriarca.
Em plena atividade desde 1967 e instalado no mesmo local, costumava frequentar o Sulina quando criança, pois meus pais eram fãs da churrascaria. Nos finais de semana era sagrado juntar alguns amigos com filhos da mesma idade e partir para Sousas almoçar em uma grande mesa no Sulina.

Móveis antigos e conservados

Depois de muitos anos sem ir ao local, mas nunca sem esquecê-lo, tive a oportunidade de retornar à churrascaria, graças a meu marido ser um carnívoro incondicional.
Ao entrar no Sulina, sentimos aquela sensação gostosa de ver que tudo está como sempre foi. Um grande salão dividido em dois ambientes, decoração rústica, persianas de madeira, parede de pedrinhas marrons e os móveis antigos muito bem conservados. Simplicidade total.

Prêmios e Indicações

De novidade mesmo, somente nas paredes os diversos quadros de prêmios e indicações recebidos ao longo do tempo, como por exemplo, o de Melhor Carne, eleito pela Veja Campinas.
O cardápio também é o mesmo, composto por saladas, porções, carnes e peixes. A especialidade da casa é o T-bone, e muito sucesso faz também o Pintado na Brasa e o Lombo de Porco. Entre as porções, a de maior saída é a de polenta, seguida pela de mandioca frita.

Suculento T-Bone

 Dicas da Mi:
  • T-Bone (acompanha arroz, feijão, farofa e vinagrete)
  • Pintado na Brasa (acompanha arroz à grega e molho tártaro)
  • Lombo de Porco (acompanha arroz, feijão, farofa e vinagrete)
  • Porção de Polenta


Comidinha Caseira

A carne é servida exatamente no ponto solicitado, muito saborosa e com textura macia. Os acompanhamentos possuem um sabor caseiro do tipo preparados pela avó, tanto que acabaram rapidinho. Achamos que as porções dos acompanhamentos poderiam ser maiores, pois tivemos que pedir um reforço, porém notamos que as mesmas não foram cobradas como extras.
O atendimento é muito cordial e os pedidos chegam rapidamente à mesa.

Salada de Rúcula com Palmito

De sobremesa, os doces caseiros fazem sucesso, e a dica é experimentar o doce de abóbora, que também é receita de família.
Ao sair, me deparei com um parquinho, composto por apenas um balanço de quatro lugares, o mesmo no qual eu brincava muito com meu irmão enquanto os adultos ficavam de papo na mesa. Bons tempos.

Direto do Túnel do Tempo

Sulina - $$
Avenida Antônio Carlos Couto de Barros, nº 633 – Sousas
Campinas – SP
Tel (19) 3258-1970

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Viva!!!!!! 3 anos de Dicas da Mi!!!!


O tempo passa tão rápido que o Dicas da Mi completou anos ontem e a foliã aqui esqueceu de festejar com vocês essa data especial.
E esse ano tenho mais motivos para comemorar, pois ganhei novos seguidores, centenas de curtidas na Fan Page no Facebook, participei de concursos, recebi muitos convites de proprietários de bares e restaurantes e também muitos agradecimentos de estabelecimentos que se surpreenderam em encontrar uma matéria na internet.
Com esse trabalho sério de dedicação e respeito, o blog atingiu uma média mensal de 15.000 acessos!
Esse retorno é muito gratificante e faz com que eu me sinta recompensada e motivada a escrever sobre lugares que de uma forma ou de outra fizeram parte de minha vida.
Aproveito para informar, que todas as indicações recebidas, são anotadas e na medida do possível, colocadas no ar. Peço apenas um pouco de paciência, pois são muitos os lugares a serem visitados. Como sempre digo, eu tardo mas não falho.
Assim, agradeço de coração a todos vocês, meus leitores e seguidores por fazerem parte dessa história e sobretudo, pela confiança. 
E lá vamos nós, para mais um ano de bares, botecos, restaurantes e afins!!!

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Panetteria Di Capri – Campinas


A matéria de hoje é indicação do casal de amigos Cristina e Maurício Barbieri, que não se conformava pelo fato de eu nunca ter ido a Panetteria Di Capri. Depois foram meus pais que passaram a frequentar o local e voltavam contando sobre as delícias que encontravam por lá. 
Com tamanha propaganda, fui conferir, virei fã e já voltei com diversos amigos em outras oportunidades. Em todas elas, saí de lá impressionada com tamanho profissionalismo e padrão de qualidade.
A Panetteria Di Capri, ou simplesmente Di Capri, é muito mais que uma padaria, é uma loja gourmet completa. Com doze anos de tradição, passou por uma ampliação tanto de espaço físico como de cardápio e hoje é a queridinha de Barão Geraldo.


Variedade de Pães

Com uma linha completa de pães, bolos, doces, tortas, salgados, lanches, buffet de café da manhã, almoço e jantar, rosticeria, sopas e cremes no inverno, cervejas importadas, especiarias, cafés, sucos, vitaminas, chocolates, além das deliciosas pizzas, a Di Capri atrai a todo tipo de público e agrada a todos os gostos, do mais simples ao mais refinado.
Ao chegar, duas grandes chaminés na frente do estabelecimento chamam a atenção, assim como o super movimento de clientes, que lembra um formigueiro.
O ambiente é bem descontraído e todo decorado com itens do futebol português, afinal o nome é italiano mas o proprietário português.


Idolatria ao Futebol Português

As mesas são dispostas em uma varanda fechada climatizada, em outra varanda com toldos, perfeita para as noites mais quentes, no salão interno de onde podemos acompanhar o preparo das pizzas que não cansam de sair do forno e ainda, em algumas bem disputadas mesas na calçada. Tudo muito confortável.


Pizza Brotinho de Aliche

Como todo mundo chega com fome, é impossível não salivar com todas as gostosuras ao alcance dos olhos. Mas como fomos com o intuito de comer pizza, olhamos o cardápio com carinho e fizemos o pedido para a simpática Raquel, que sugeriu a mais pedida da casa, chamada de Munarini.
Num piscar de olhos, as perfumadas pizzas estavam na mesa e foram devoradas em silêncio, as vezes quebrado por suspiros.


Meia Munarini - Meia Gazzeta


Dicas da Mi:
  • Munarini (muçarela, lombinho canadense, palmito, muçarela de búfala, tomate seco e molho de tomate)
  • Aliche (muçarela, aliche, azeitona preta, cebola e molho de tomate)
  • Locatteli (muçarela, presunto, gorgonzola, tomate, manjericão e molho de tomate)
  • Gazzeta (muçarela, lombo, palmito,  tomate, cebola e molho de tomate)
  • Lampião (muçarela ou catupiry, carne seca, cebola e molho de tomate)
  • Portuguesa (muçarela, ervilha, presunto, cebola, ovos picados, palmito e molho de tomate)
  • Talitinha (pizza doce de Nutella com morango, coberta de chocolate granulado)

Meia Locatteli - Meia Portuguesa

As pizzas são preparadas no grande forno à lenha e possuem massa fininha e crocante. São bem recheadas e simplesmente deliciosas.
Para beber, chopp ou cerveja Heineken e Cerpa na garrafa de 600ml. As long necks são  Birra Moretti, Amstel Pulse, Murphy´s Stout, entre outras importadas.
Há também uma adega climatizada com vinhos de diversas nacionalidades.
O atendimento merece todo destaque, pois todos além de eficientes, a equipe de garçons trabalha com alegria.


Cerveja Geladinha

Um fato curioso, foi descobrir ao final da noite, que um dos garçons que nos serviu a pizza, era nada menos que o Sr. Paulo, um dos proprietários da casa, que põe a mão na massa e serve as mesas uniformizado.
Para quem não se arrisca em pedir uma pizza doce para finalizar a noite, basta dar um pulinho na área das vitrines e escolher a sobremesa que mais apetecer. Só que aí você já querer levar um pãozinho para casa, uma torta e por ai vai.


Lindos e Variados Doces

Devido a esse clima de bar e restaurante, a Di Capri é muito procurada para happy hour e pela galera que não dispensa uma pizza, e assim costuma estar sempre com sua lotação máxima, gerando as costumeiras filas, sendo muitas vezes necessário deixar o nome e aguardar uma mesa.
Fiquei realmente impressionada com tamanho movimento.
Essa é a Panetteria Di Capri, mais que recomendada para qualquer hora do dia, pois é uma verdadeira aventura gastronômica.


Ótima equipe e muito trabalho

Panetteria Di Capri - $$
Rua Maria Tereza Dias da Silva, nº 530 – Barão Geraldo
Campinas – SP
Tel (19) 3289-4446


segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Bar do Mineiro – Campinas



Certa noite, saindo da Osteria Salvatore, a Julia Salvatore me convidou para ir a um bar com ela e o marido. Como era madrugada e já estávamos no nosso limite, agradeci e fiquei de conhecer o bar em uma outra oportunidade.
O que me despertou curiosidade, foi o fato de haver um bar onde o dono de outro bar vai se divertir depois de fechar o dele, ou seja, haveria em Campinas um bar que vira a noite?
Assim fui conhecer o Bar do Mineiro em uma noite de sexta-feira.
Aberto desde 1994, passou por alguns endereços na cidade, ficou fechado por alguns anos e em 2011 retomou as atividades para alegria de seus fiés frequentadores.

Ambiente Interno

Para quem não conhece o local, é bem provável passar batido pela avenida e não ver o bar, pois não há placas nem nada que o identifique.
Ao entrar, demos de cara com o Mineiro no meio da escuridão arrumando as mesas. Muito simpático, disse que o bar estava de portas abertas para nos receber, nos ofereceu uma cerveja e logo apresentou o cardápio.
O cheirinho que estava no ar era de matar qualquer cristão, pois sua esposa Isa, estava na cozinha preparando torresmo.
Já vi que a noite prometia. 

Nos acomodamos e logo as luzes se acenderam e o som de ótima qualidade começou a tocar.

Porção de Tilápia

O bar possui dois ambientes, uma gostosa varanda a céu aberto cheia de coqueiros e um bom espaço interno, com mesas de diferentes modelos e materiais, o que até me lembrou a Osteria.
Na varanda, sentamos em uma mesa que tinha ao lado um grande e bem cuidado pé de boldo, o que achei engraçado e providencial. 

Mistureba e doses de bom humor

A decoração é criativa, pois o salão é rústico com um certo ar de não acabado, com posters de grupos de rock dos anos 80 nas paredes, molduras de quadros no teto (só as molduras mesmo), um balcão com banquetas, vasos, entre outras curiosidade.
Mas não vá pensando que é bagunçado não, é tudo muito limpo e arrumado.
O cardápio é repleto de porções que aguçam a vontade de comer.

Diferente Batata à Moda Mineiro

Dicas da Mi:
  • Batata à Moda Mineiro
  • Bolinho de mandioca com Carne Seca
  • Filé de Tilápia
  • Contra-filé com Fritas
  • Lanche de Contra-filé, presunto, muçarela e tomate
  • Caldinho de Feijão
  • Torresmo
  • Capeta


Imperdível Caldinho de Feijão

Por sugestão da Isa, pedimos uma Batata à Moda Mineiro, que é especialmente temperada com limão e coberta de alho em lâminas. Muito diferente e deliciosa.
Total destaque, fica para o caldinho de feijão, um dos melhores que já comi, com cheiro verde e pedacinhos de torresmo salpicados.
Para completar qualquer pedido, vale pedir uma pimentinha da casa, que é feita com muito carinho pelo casal.

Pimentinha da Casa

A cerveja sempre gelada acompanhou a noite que passou sem que percebêssemos, pois o som que rola no bar é puro rock clássico dos anos 80 e o ambiente é muito agradável.
Outra curiosidade do bar, é que entre as opções de bebida, tem capeta, muito difícil de encontrar por aqui.
Com o passar das horas, o número de garçonetes foi aumentando, assim como o público, que parecia não ter fim.
Fomos embora tarde, e ao sair me deparei com uma multidão de moçada que surpreendeu.
Realmente o bar não tem hora para fechar e o difícil mesmo é ir embora de um lugar tão surreal.

Nós e o Pé de Boldo


Bar do Mineiro - $$
Avenida Marechal Rondon, nº 183 - Jardim Chapadão
Campinas - SP