quarta-feira, 31 de maio de 2017

Garçom do Mês: Joyce - Madero

Nossa homenageada no espaço Garçom do Mês, é a jovem Joyce, que diferente dos demais homenageados por nós, está iniciando sua carreira no Madero.




Joyce tem 19 anos e
trabalha como garçonete há poucos meses

Joyce, garçonete do Madero

Nascida em Salto, no interior de São Paulo, Joyce veio para Campinas para trabalhar na recém-inaugurada unidade do Madero. Para assumir o cargo, passou por um longo treinamento em Curitiba, onde conheceu todos os processos da rede, vivenciou com os garçons suas experiências profissionais, resultando em uma grande motivação para seguir a carreira e crescer como profissional na área.
Nesse tempo, passou por momentos de tristeza, principalmente por ter ficado longe de seus pais. Sua timidez também dificultou um pouco, mas a convivência com os demais colegas no alojamento dos treinandos e a excelente equipe de treinamento, foi fundamental para seu amadurecimento e a fez seguir em frente.
"Trabalhar como garçonete me abriu um leque de novidades, pois todo dia tenho um novo aprendizado e lidar com pessoas me proporciona as mais diversas experiências", disse a entusiasmada Joyce.
Por enquanto, a maior dificuldade enfrentada na profissão que escolheu, é lidar com os variados humores dos clientes, mas até isso tem seu lado positivo, pois segundo ela, pode trabalhar melhor o seu jogo de cintura e adotar uma conduta de tranquilidade, com um bom sorriso.
A jovem Joyce sempre se apoia na frase de sua mãe "Eu posso, eu consigo" e está muito feliz com o certificado que recebeu em abril deste ano, qualificando-a como garçonete do Madero Campinas.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Villa Bonfim Bar - Campinas


Por indicação do casal de amigos André e Lili, fomos conhecer o Villa Bonfim Bar, um bar super tradicional da cidade, com nada menos que 34 anos de funcionamento e que pasmem, eu não conhecia.
Claro que ao longos dos anos, passou por algumas reformas e se modernizou, mas o principal, sua alma de boteco, continua intocada.
Localizado em uma esquina no Bonfim - bairro que dá nome ao bar, o Villa Bonfim é frequentado por uma clientela fiel e muito animada, tornando o ambiente bem familiar e descontraído.

Churrasqueira

Assim que chegamos, nos deparamos com um fervo só! Calçada lotada, muitas mesinhas, criançada correndo, senhores jogando conversa fora, casais e uma fumaceira, vinda da churrasqueira, que é o forte da casa.
O cardápio é enxuto, porém de babar. Porções quentes e frias, salgados, lanchinhos boquinha de anjo, mini-pizza e a divina Tábua do Villa, composta por 3 porções à escolha.

Espetinhos

Dicas da Mi:
  • Porção de Torresmo
  • Porção de Croquete (12 unidades)
  • Porção de Isca de Tilápia
  • Espetinhos (coração, frango, carne, linguiça, queijo, etc)
  • Porpeta
  • Lanche de Cupim (cupim, queijo, azeitona preta, tomate e presunto)
  • Tábua do Villa (com 3 opções: contra filé, frango a passarinho, calabresa, fritas, mandioca, salsicha, bolinha de queijo ou croquete)

Tábua do Villa

Para começar, pedimos um torresmo, que estava tão delicioso que não deu tempo de tirar foto. Na sequência, pedimos espetinhos variados, enquanto decidíamos o que comer. Todos muito gostosos.
Escolhemos enfim, a Tábua do Villa, com contra filé, fritas e frango a passarinho. Muito bem servida, com todas as porções escolhidas muito saborosas.

Porpeta

Ainda sim, fiquei com vontade de provar a porpeta. Seu Luiz, o animado proprietário, me disse que dei sorte, pois era a última. Sorte nada, pois tive que dividir com todos e comer apenas um pedaço, rs.
Brincadeiras à parte, claro que aprovamos a porpeta também. Aliás, usarei de desculpa para retornar em breve no boteco e comer uma porpeta sozinha.
Para acompanhar a comilança, fomos de Heineken e depois de Brahma, ambas trincando de gelada.
O atendimento da casa é um ponto que merece destaque, pois é perfeito. Rápido, gentil e eficiente.
O Villa Bonfim funciona de segunda a sábado, das 8h às 22h e aos domingos, serve assados por encomenda.



Villa Bonfim - $$
Av. Governador Pedro de Toledo, n° 565 - Bonfim
Campinas - SP
Tel: (19) 3234-1947

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Jura's Quiosque - Ilha Comprida - SP


Estávamos em Ilha Comprida com o tempo um pouco fechado, sem possibilidades de praia, mas com grande chances de um bom passeio pela mesma.

Chegando no Jura's

Fomos até a praia Boqueirão Sul e gostamos muito do Quiosque Jura's, que é bem estruturado e possui serviço de bar, restaurante, praia e camping.

Deus Ganesh na entrada

Frutas na gamela

O amplo quiosque possui móveis rústicos, bandeiras coloridas, frutas e peças praianas decorando o ambiente.
O cardápio oferecia diversas porções, lanches e almoço e como precisávamos de comida, optamos pelo famoso PF.

PF com peixinho, no capricho

Os pratos surpreenderam a galera. Arroz, feijão, peixe frito, batata frita e saladinha caprichada. Tudo muito saboroso, com tempero bem caseiro.

Cervejinha gelada

Para beber, fomos de cervejas que estavam bem geladas e caipirinhas, que provamos de variados sabores, como limão, maracujá e uva.

Caipirinha de limão e de uva

O atendimento foi super simpático, feito por uma moçada descolada.
Muito interessante são as comandas individuais, que são pedaços de bambu, pintados com o número.
No inverno, o cardápio ganha reforço e o quiosque serve caldos e pratos especiais como camarão na moranga, nhoque de camarão, filé de peixe ao molho de camarão e peixe assado.

Lindo visual

Pelo belo cenário local, o Jura's também é palco de festas, shows, casamentos e demais eventos.
Um verdadeiro pedacinho do paraíso em Ilha Comprida.



Jura's Quiosque - $$
Avenida Beira Mar - Praia Boqueirão Sul
Ilha Comprida - SP
Cel (13) 99713-4648

terça-feira, 23 de maio de 2017

Saideira Comida di Buteco 2017 - Campinas


Na noite de ontem, 22 de maio, rolou a tão esperada Saideira do Comida di Buteco 2017, evento realizado no Espaço Santa Maria, no Parque Jambeiro. O novo local escolhido para a realização da festa conta com uma excelente infraestrutura e agradou a todos os presentes.
O Blog Dicas da Mi esteve presente na grande festa a convite da D&D Assessoria de Comunicação e agora contamos todos os detalhes da tão esperada noite de premiação.

Aguardando o grande campeão

A noite foi de muita alegria e contou com a presença dos proprietários dos 26 botecos que participaram do concurso, suas famílias, imprensa, patrocinadores, empresários e convidados especiais.
Por volta das 21 horas, o tão esperado resultado foi divulgado e os vencedores foram:

1º - O Botequim do Beto, com o autêntico FILHO ADOTIVO (moela empanada)
2º - Cultura de Bar, com o delicioso CREMILHO (risoles de camarão com creme de milho)
3° - Linguiceria, com o generoso PORCO COM PORCO (hambúrguer de linguiça com bacon) 





1° lugar: O Botequim do Beto

Petisco campeão: Filho Adotivo

2° lugar: Cultura de Bar
Petisco 2° lugar: Cremilho

3° lugar: Linguiceria

Petisco 3° lugar: Porco com Porco

Animando toda a noite, o Grupo Aviso Prévio tocou um delicioso repertório com os clássicos do samba.

Grupo Aviso Prévio

O Buffet Mestria foi o responsável pela parte mais saborosa da noite. Preparou uma bela mesa de petiscos, muito bem montada com flores e com diversas delícias, servidas à vontade aos convidados, como caldinhos, queijos, torresmo, calabresa acebolada, fritas, ceviche, salgadinhos, etc. O serviço também merece os parabéns, realizado por uma ótima equipe de garçons.

Delícias do buffet

Para beber, a patrocinadora Amstel foi servida ao longo da festa, assim como refrigerante e água.

Amstel, a cerveja oficial do CdB

Como todos os anos, foi muito gratificante estar presente na festa de encerramento do concurso, conversar com os donos dos bares participantes e ouvir de cada um deles, que independente do resultado, que o importante mesmo, foi participar, ver a casa cheia e plenamente envolvida por toda aquela alegria.

Participantes em noite de festa

Meus sinceros parabéns aos vencedores e a todos que concorreram, pois o concurso foi um sucesso e tornou os nossos meses de abril e maio, muito mais alegre e saboroso.
Agora é torcer para que O Botequim do Beto faça o mesmo sucesso que fez em Campinas, na  grande Final Nacional. Boa sorte!!!

Convidados

Deixo também meus agradecimentos a Mariana Tamashiro da D&D Assessoria de Comunicação, pelo carinho de sempre, ao Dreison Medeiros pelas belas fotos registradas ao longo do concurso e aos demais membros da equipe de produção, estar com vocês é sempre uma alegria.



Todas as fotos da noite da Saideira Comida di Buteco Campinas 20176,  estão disponíveis na nossa Fanpage 
https://www.facebook.com/Blog-Dicas-da-Mi-128271940622264/

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Saberes e Sabores - Campinas


Fiquei muito curiosa quando nosso colega Flávio Botelho comentou sobre uma casa de gastronomia afro-brasileira chamada Saberes e Sabores.
Tratei logo de reservar uma data para conhecer.
Na verdade, trata-se do Projeto Saberes e Sabores, que foi elaborado em 2013 e iniciou suas atividades em 2014, com recursos do Programa de Ação Cultural, da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo.

Ambiente interno

Com o objetivo de resgatar e transmitir saberes, conhecimentos, práticas e simbologias da cultura negra, por meio da gastronomia afro-brasileira e africana, sua ação não se restringe em apenas oferecer pratos típicos, mas também desenvolver e apoiar pesquisas sobre as tradições culinárias, realizar oficinas, palestras, seminários, feiras e festivais gastronômicos.

Espaço cultural

Ao passar pela rua, a fachada não chamou a atenção e não havia nenhuma divulgação, mas o portão estava aberto e entramos.
A casa é uma graça, muito bem decorada com toalhas floridas, livros e quadros da cultura afro-brasileira. Tudo muito colorido.

Balcão

Charmoso quintal

As mesas ficam dispostas no amplo quintal e também no ambiente interno, onde há um espaço destinado à exposições, saraus, oficinas e cursos.

Decoração temática

O carro-chefe da casa é o acarajé e há opções como bolinho de feijoada, bolinho de pimenta, bolinho de moqueca, bolinho brasileirinho, entre outros quitutes.


Capricho nos detalhes

Pedimos então, os famosos acarajés e também as caipirinhas da casa. Tudo foi sendo anotado na comanda individual entregue na entrada.
As caipirinhas são servidas em vidros de palmito e estavam muito gostosas. As cervejas são servidas apenas em garrafas long necks.

Caipirinhas de limão e maracujá

Logo chegaram nossos acarajés, bem recheados, temperados e com pimentas à parte, conforme nosso pedido.
Fiquei louca para provar também o bolinho de feijoada, mas no dia que estivemos presentes, ele não estava sendo preparado.

Pimenta e acarajé

A cozinha é comandada pelo chef Marcelo Reis, nascido em Itabuna, na Bahia. Carinhosamente veio à nossa mesa, contou um pouco sobre sua história e sobre o projeto, pelo qual ele é apaixonado.

Belo acarajé

Nos contou que em dias especiais, são preparadas moquecas, feijoadas, bobó de camarão, xinxim de galinha, caruru, caril de frango (prato tradicional da culinária indo-portuguesa), entre outros pratos. A divulgação é feita na página do Facebook  e vale muito a pena acompanhar a programação, que conta também com a presença de ótimos músicos.
A casa Saberes e Sabores é um espaço bem descontraído e funciona de quinta e sexta a partir das 18h e aos sábados, a partir das 12h.



Saberes e Sabores - $$
Rua Garça, n° 43 - Vila Industrial
Campinas - SP
Cel (19) 99543-1772
https://www.facebook.com/Projeto-Saberes-e-Sabores-229809333891619/

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Beto Vaca - Cravinhos - SP


Por indicação do nosso amigo Junior, fomos conhecer o bar do Beto Vaca, na cidade de Cravinhos - SP.
Localizado em uma esquina, o bar tira um sorriso instantâneo de quem chega, pois é diferente de tudo que se imagina.

Uma lenda viva

O local estava tranquilo e havia um senhor sentado em uma das cadeiras da calçada . Perguntamos se o bar estava aberto. "Aqui nunca fecha", respondeu o senhor, que era ninguém menos que o famoso Beto Vaca.

Ambiente interno

Repleto de quinquilharias penduradas em cada canto do bar, comentei que eu poderia passar uma semana olhando tudo e ainda assim, perderia algum detalhe.

De tudo um pouco

Esses objetos foram sendo pendurados ao longo dos 41 anos de funcionamento do bar, que atrai gente de toda parte do país. O Sr. Luiz Roberto Mattei Anes, mais conhecido por Beto Vaca, tem 73 anos e muita disposição para tocar o bar por muitos anos e receber a todos com alegria.

Feio nada, o Beto Vaca é lindo!!!!

Além dos mais variados objetos pendurados, divertidas frases estão escritas nas paredes e em plaquinhas.
Lá não há cardápio, então, comemos o que nos foi oferecido. Inicialmente disse que prepararia uma salada.

Salada CPI

Era a famosa Salada CPI: quanto mais mexe, mais acha. Bem servida e muito bem montada, fomos encontrando os ingredientes aos poucos. Se não me falha a memória, havia alface, acelga, tomate, jiló, pepino, carambola, queijo, salame, mortadela e copa, regados com azeite e vinagre. Uma mistureba que ficou muito boa.

Gelada

Para beber, fomos de Heineken, que estava bem gelada.
Após matar a deliciosa salada, ele nos ofereceu uma porção de costelinha com batata.
Beto Vaca foi para sua cozinha e rapidinho, a porção estava servida. Simplesmente divina, preparada com um temperinho especial.

Divina costelinha com batata

Entre um gole e uma petiscada, a conversa correu solta e certa hora perguntei o porquê de seu apelido. Alegre, me contou que quando era moço e trabalhava como frentista, adorava quando paravam no posto, os caminhões carregando gado. Entretido com os bichos, se esquecia da vida. Os demais perguntavam por ele e se davam conta que ele estava com as vacas, daí veio o apelido de Beto Vaca.

Cartão antigo no balcão

Contei que sou blogueira e louca por botecos. Ele disse que escreve uma coluna no Jornal A Tribuna Regional, com assuntos variados.

No banheiro, hahaha

Antes de seguir viagem, fui ao banheiro e me deparei com um cone segurando a porta. Um aviso logo acima dizia: "Coloque o cone no lugar ao sair". Também levei um susto com um boneco muito bem posicionado dentro do banheiro. Esse Beto Vaca não tem jeito, rs.

Função importantíssima do cone

Um detalhe importante é que lá não aceita cartões. Mas ninguém pode alegar ignorância ao fato, pois essa informação está escrita em no mínimo 50 plaquinhas.

Mais objetos e plaquinhas de "Não aceitamos cartões"

Mesmo com gostinho de quero mais, infelizmente havia chegado a hora de ir embora. Ganhamos um gostoso abraço do seu Beto, que nos desejou uma boa viagem e um até breve.

"Aqui se encontra de tudo. Só não tem o que está faltando"
Beto Vaca

Realmente o Beto Vaca é um Patrimônio da Humanidade e é um passeio obrigatório para quem curte um bom boteco.Eu, com certeza voltarei, pois é um cantinho muito especial e com uma energia incrível.


Beto Vaca - $$
Rua Dias da Costa, n° 978 - Sumaré
Cravinhos - SP
Tel: (16) 3951-1225