terça-feira, 1 de setembro de 2020

El Cairo - Rosário


Em nossa primeira noite na cidade de Rosário, Argentina, fizemos uma rápida pesquisa para nos ajudar na escolha de um lugar para jantar. Ficamos muito interessados em conhecer o El Cairo, um lugar repleto de história (e é disso que gostamos).

Fomos caminhando, pois o bar era próximo ao nosso hotel.

Localizado na esquina de duas importantes avenidas no coração da cidade, a Sarmiento e a Santa Fe, o bar está instalado no térreo de um antigo casarão, com mesas e ombrelones na calçada.

 

Ambiente interno


Tradicional na cidade, foi inaugurado em 1943 e serviu como ponto de encontro de diversos artistas locais, nacionais e internacionais, e principalmente, frequentado pelos intelectuais da época. Dentre os mais famosos, destaca-se o Roberto Fontanarrosa, escritor e cartunista argentino, carinhosamente chamado por El Negro. No conto La Mesa de los Galanes (A Mesa dos Homens Bonitos), que trata do culto à amizade e companheirismo, El Negro imortalizou o bar El Cairo.

Happy hour

O bar foi fechado em 2002 devido a crise econômica que assolou a Argentina e logo após houve um grave incêndio, que prejudicou o projeto de reconstrução e revitalização do local.


Raridade

Em 2004 reabriu com um design moderno e imponente, porém o perfil de café do bairro se perdeu.

Ao entrar, nos deparamos com um bar lotado e sentamos praticamente na única mesa disponível. Sem problemas, estava ótimo.

Estátua do El Negro Fontanarrosa

Ficamos admirados com a decoração, que apesar de toda repaginada, ainda sim sentíamos que tínhamos entrado no túnel do tempo. Pé direito alto com cortinas enormes, brilhos, luz, objetos antigos e claro, uma estátua do El Negro Fontanarrosa. Ao lado, há uma grande vitrine na qual está exposta, toda sua obra. Há também um palco, com apresentação de artistas, todas as segundas-feiras.

Exposição das obras de El Negro

O cardápio é amplo e bem variado, com saladas, porções, tábuas de frios, lanches, pratos com aves, carnes, peixes, massas, pizzas e café.

Omelete com champignon

Dicas da Mi:

  • Provoleta Cairo (provolone ao creme de queijo, com pimentões, azeite, orégano e pimenta) 
  • Pollo Grille (frango grelhado com fritas)
  • Omelete (com champignon e salsinha)
  • Tortilla de Papas
  • Sorrentinos de Mozzzarella e Jamon Cocido

Frango grelhado



Como estávamos com fome, escolhemos dois pratos, um de frango e um omelete. Ai sim, a cesta de pães foi servida (já estávamos sentindo falta, rs).

Tradicional cesta de pães


Enquanto aguardávamos, experimentamos uma IPA Andina, que foi servida com croutons (pela primeira vez, não veio amendoim). Depois entramos no sistema do happy hour, com Stella Artois, tome uma e ganhe outra.

IPA Andina



Nossos pratos chegaram e estavam muito bonitos e bem servidos. Tudo muito gostoso.
Continuamos bebendo e aproveitando as cervejas deliciosas do país e então partimos para a deliciosa IPA Patagônia, servida estupidamente gelada e no copo da marca.

IPA Patagônia



Não resistimos e pedimos uma provoleta, que estava fantástica. A melhor que já comemos.

Provoleta Cairo



O atendimento foi muito gentil e eficiente.
Ao fechar a conta e já bem perto da porta de saída, notamos uma grande mesa que a noite toda ficou vazia, mesmo com a casa lotada. Tratava-se da famosa Mesa dos Galantes, que por tradição só pode ser ocupada por amigos e familiares do escritor Fontanarrosa.


Mesa dos Galantes

Café e doces



Passamos horas muito agradáveis e um bar repleto de história, no qual felizmente, a boemia ainda impera.



El Cairo - $$
Av. Santa Fe 1102 (esquina com Av. Sarmiento)
Rosário - Argentina
Tel: 54 341 449 0714

https://www.barelcairo.com/

quinta-feira, 13 de agosto de 2020

Quinta Norte - Mendoza



Em Mendoza, Argentina, passamos alguns apuros relacionados aos horários de almoço e jantar, pois durante a siesta, tudo fica fechado e o jantar inicia geralmente após às 20h.
Voltando de um passeio durante por volta das 15h, o dia e verdes de fome, ficamos felizes por encontrar um lugar aberto que servisse almoço, o Quinta Norte, que é café, bar e restaurante.

Ambiente Interno

Achamos o restaurante muito charmoso, localizado num prédio antigo de fachada rosada, de esquina, com mesinhas na calçada, ombrelones e sombra natural. Apesar do calor que fazia e do ambiente interno ter ar-condicionado, decidimos nos acomodar mas mesas da calçada, à sombra das frondosas árvores.

Piso superior

O cardápio do dia estava escrito em uma placa pendurada na janela e entre as opções, escolhemos um massa.
O prato principal era acompanhado de entrada, sobremesa e café. Mais perfeito que isso, impossível.

Cardápio do dia


Dicas da Mi:
  • Empanadas
  • Ravioles
  • Hambúrguer
  • Café da Manhã

Ravioles de carne ao sugo


Escolhemos ravioles de carne, a outra opção era de acelga, recheio muito utilizado na região.
Pedimos uma Imperial IPA, que foi servida estupidamente gelada e acompanhada do tradicional amendoim salgadinho.

Imperial IPA e amendoim

Logo em seguida, chegaram as empanadas, que por serem as estradas, eram bem grandinhas. Deliciosas e bem recheadas de carne.

Empanadas de carne


Na sequência, chegaram nossos pratos de massa, muito bem apresentados, servidos com pãozinho bem fofinho e queijo ralado.
O sabor estava delicioso e ficamos satisfeitos com nossa escolha.
Ao terminar, nos perguntaram se poderiam servir a sobremesa com o café, que logo foram servidos.
Tudo muito caprichado.
O atendimento foi ótimo, muito atencioso e eficiente.


Café e doce de laranja


Ao pagar a conta, o garçom nos falou sobre o After Office, que acontece no comecinho da noite, com preços promocionais de cerveja de litro, drinks, hamburguesas, pizzas e papas. Que delícia!
Vale destacar, que o preço desse nosso almoço foi super em conta.
Ficamos muito felizes pela oportunidade de conhecer um lugar tão agradável, no qual, principalmente o turista, pode usufruir dos serviços, a qualquer hora do dia.
O Quinta Norte funciona todos os dias da semana, sendo de segunda a sábado, das 8h às 2h e aos domingos, das 11 à 1h.




Quinta Norte - $$
Av. Bartolomé Mitre, n. 1.206
Mendoza, Argentina




segunda-feira, 20 de julho de 2020

Mercado Central - Mendoza



Somos apaixonados pelos mercados municipais e sempre em nossas viagens, procuramos conhecer esses centros que carregam tanta tradição, nos quais podemos conhecer e vivenciar um pouco mais sobre os hábitos e costumes da cidade.

Corredores largos e lojas variadas

Em Mendoza, na Argentina, o Mercado Central fica muito bem localizado, em conta com entradas por duas avenidas de grande movimento comercial, a Av. Las Heras e a Av España.

Pães artesanais

Inaugurado em 1883, o mercado é um importante centro de alimentação e de comercialização de produtos locais, com uma variedade fantástica de lojas que vendem iguarias argentinas, como carnes, peixes, embutidos, queijos, pães, doces, frutas, legumes, especiarias, cereais, azeites, cervejas, vinhos e claro, as lanchonetes e restaurantes.

Embutidos e queijos

Restaurantes

Quanto a estrutura, podemos dizer que o mercado é pequeno, mas foi suficiente para nos entreter nas compras e nas delícias gastronômicas.

Comprinhas

Estivemos no Mercado Central em um dia de muito calor e lá dentro estava insuportável. Mas somos guerreiros e iniciamos os trabalhos com deliciosas empanadas e uma Quilmes estupidamente gelada. Nesse local, a ventilação ficava por conta de dois grandes ventiladores.

Empanadas deliciosas e Quilmes gelada

Aproveitamos para fazer umas compras de embutidos e queijos. Mais uma volta e compramos pães e azeite.
Numa outra quadra, compramos umas frutas e doces.

Frutas secas

Dava vontade de comprar tudo, pois havia muito produto diferente do nosso.


O mercado é muito bem frequentado por moradores e turistas. O ambiente é amistoso e nas lojas, a conversa flui fácil, com os simpáticos e falantes comerciantes.

Leitoa

Queijos

Como todo o comércio na região, o horário de funcionamento não favorece o turista, que geralmente procura aproveitar ao máximo o dia e acaba amarrado pela siesta (das 13h às 16h). De segunda a sábado, abre das 8h às 13h e das 16h às 19h.



Mercado Central
Entrada pela Av España, n.o 1.210 e pela Av. General Las Heras, n.o 300
Mendoza - Argentina
Tel: (54 261) 425-6904


quarta-feira, 1 de julho de 2020

La Marchigiana - Mendoza



Antes mesmo de viajar para Mendoza na Argentina, já tinha na minha listinha de desejos, um restaurante que queria conhecer, o La Marchigiana, pois é um dos mais tradicionais da cidade.
A matriarca Nonna Fernanda, da Regione Marche, na Itália, depois de vivenciar a guerra e recém-chegada a Mendoza com seus filhos, dois anos depois, em 1948, inaugurou seu primeiro restaurante. Atualmente, sob o comando da terceira geração da família, a casa possui duas belíssimas unidades na cidade, a mais antiga no centro e a mais nova em Palmares Open Mall.
Fomos conhecer a pioneira, localizada na centro, pertinho da Plaza San Martin.

Belíssimo ambiente

O restaurante é belíssimo, com fachada toda de pedra e o interior requintado, climatizado, com mesas impecavelmente postas, grandes luminárias, plantas, bandeiras e pinturas da Itália e Argentina e nas paredes do corredor de entrada, fotografias de visitantes ilustres contam um pouco da história do restaurante.

Italía e Argentina, presentes na decoração

O cardápio oferece receitas de genuínos pratos italianos e argentinos, e também pratos muito bem elaborados, com fusão dos dois países. Tudo é preparado com ingredientes selecionados, locais e sazonais. É composto por entradas, saladas, sopas, pratos leves, massas, carnes, aves, peixes e frutos do mar.

Pasticciata al Gratin


Dicas da Mi:
  • Capelletti en Caldo
  • Crepes de Espinaga
  • Pasticciata al Gratin
  • Ravioli a la Bolognesa
  • Asado de Tira
  • Milanesa Napolitana
  • Lenguado Alla Fiorentina
  • Cazuela de Mariscos

Ravioli a la Bolognesa

Além das tradicionais carnes, os argentinos consomem muita massa, e como estávamos em um restaurante italianíssimo, massa foi nossa opção.
Escolhemos uma pasticciata al gratin e um ravioli a la bolognesa. Enquanto aguardávamos os pratos, petiscamos o couvert de cesta de pães e pedimos uma Patagonia bem gelada para acompanhar, afinal, viemos de um calor tão forte na rua, que preferimos a cerveja do que o vinho.

Patagonia deliciosa e cesta de pães

Logo os pratos chegaram, perfumados e bem apresentados. Gostamos muito das nossas escolhas.
O atendimento foi muito simpático e atencioso, feito por um equipe de garçons que ao perceberem que éramos brasileiros, foram se chegando devagar e puxando conversa sobre os mais variados assuntos. Muito divertido.
A adega é composta por renomados vinhos da cidade e também por demais bodegas do país. A casa possui um espaço chamado Cava, no qual é realizado degustações de vinhos, cursos, reuniões e eventos, familiares ou de negócios.

Espaço Cava, destinado a eventos

O restaurante abre todos os dias das semana, das 12h às 15h30 para almoço e das 20h à 0h para jantar.
Adoramos conhecer um restaurante tão tradicional e repleto de histórias, no qual fomos muito bem recebidos e passamos momentos tão agradáveis.



La Marchigiana - $$$
Patricias Mendocinas, n. 1550 - Centro
Mendoza - Argentina

sexta-feira, 19 de junho de 2020

La Rueda Parrilla - Villa General Belgrano




De férias na encantadora cidade de Villa General Belgrano e com vontade de comer uma boa carne argentina, fizemos uma pesquisa na internet e escolhemos jantar no restaurante La Rueda Parrilla.
Localizado na estrada (Ruta N. 5), o restaurante está instalado em uma bela casa avarandada, de tijolinhos.

Ambiente rústico

As mesas são dispostas na varanda e no ambiente interno, que possui uma decoração rústica com a presença de muita madeira e objetos de ferro, remetendo às fazendas e arte do churrasco.


Decoração caprichada

As cortininhas brancas, dão um toque delicado ao ambiente. Muitos vinhos também fazem parte da decoração.

Vinhos compõem a decoração

Fomos muito bem recepcionados pelo proprietário Luis Parrado, que muito atencioso, nos contou sobre seu restaurante, sobre os tipos de carne e até mesmo sobre as criações de gado, vencedoras de concurso.

Proprietário Luis Parrado

O cardápio é composto por entradas, saladas simples e especiales, parrillas, minutas, pescados, sugerencias, pastas e salsas especiales.

Saladinha caprichada

Dicas da Mi:
  • Bife de Chorizo a la Provoleta com Papas Fritas
  • Bife de Chorizo
  • Lomo a la Champignon com Papas Españolas
  • Costillitas de Cerdo a la Riojana
  • Parrillada Especial La Rueda
  • Parrillada de Vegetales
  • Cabrito (porção)

Bife de chorizo

Nos acomodamos no ambiente interno, pois estava muito frio para ficar na varanda.
Como os argentinos tem o costume de jantar bem tarde, chegamos ao anoitecer e só tínhamos nós de clientes.

Entrada com pães e torradinhas

Pedimos um bife de chorizo e uma salada mista. De entrada, foi servida a tradicional cesta de pães, que beliscamos enquanto aguardávamos nosso prato.

Churrasqueira

Enquanto isso, fomos dar uma espiada na churrasqueira e acompanhar nossa carne ser preparada na grelha.
Logo o bifão foi servido, macio e suculento. O sabor estava incrível e elegi essa carne como a mais gostosa que já comi. A salada estava bem temperadinha e tudo estava perfeito.

Textura, suculência e sabor

Para beber, pedimos um Malbec da Bodega Trapiche.

Malbec, da Bodega Trapiche

O atendimento foi muito atencioso e a casa fez jus a todas as opiniões positivas que lemos a respeito.
O restaurante abre para almoço e jantar, todos os dias da semana (exceto segunda-feira).

Ruta N.5

Tradição e qualidade encontramos de sobra na La Rueda Parrilla.




La Rueda Parrilla - $$
Ruta Provincial N 5, Km 76,5, n. 5194
Villa General Belgrano - Argentina