segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Traíra & Cia - Campinas


O restaurante Traíra & Cia possui unidades na cidade de Guarulhos, São José dos Campos, Sorocaba, Passa Quatro/MG e a mais nova unidade foi aberta em Campinas, há pouco mais de um ano.


Ambiente rústico

Localizada em uma bela esquina no bairro Ponte Preta, o restaurante parece um rancho. Todo de madeira, possui um amplo salão e mesas bem distribuídas.


Cervejinha gelada

Especializado em peixes, o carro-chefe da casa é a traíra, como o próprio nome sugere. A traíra é servida em quatro opções: empanada, ao alho, ao molho de camarão e parmegiana. No cardápio podemos encontrar também saladas, pratos com filés de peixes (tilápia, pescada, salmão), variedades de pratos com camarão, moquecas, caldeirada, porções de iscas de tambaqui, tilápia, cação, entre outras como fritas, mandioca, polenta, bolinho de bacalhau, etc. para quem não gosta de peixe, há várias opções de pratos preparados com frango.


Traíra ao molho de camarão


Dicas da Mi:

  • Traíra ao Alho (acompanha arroz, molho e limão)
  • Traíra ao Molho de Camarão (acompanha arroz, molho e limão)
  • Camarão sem Casca Alho e Óleo
  • Camarão no Coco (acompanha arroz, salada) 
  • Costelinha de Tambaqui
  • Isca de Tilápia  

Acompanhamentos

Nossa escolha foi a traíra ao molho de camarão, que após um tempo de espera, veio bem servida. Acompanhada de uma pimentinha da casa, saciou nossa fome.


Pimentinha da casa

Para beber, a casa trabalha com Itaipava, que estava super gelada.
O atendimento foi super cordial e atencioso.


Espaço kids

Há um espaço legal para as crianças brincarem enquanto os pais também se divertem.
De ambiente simples e familiar, o Traíra & Cia, é uma boa opção para quem aprecia um peixinho.




Traíra & Cia - $$$
Av. Doutor Ângelo Simões, nº 53 - Ponte Preta

Campinas - SP
Tel (19) 3397-0527
www.restaurantetrairaecia.com.br

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Vinícola Terrassos - Amparo



Costumo receber muitas indicações de bares e restaurantes, mas tem umas que me despertam demais o interesse, como foi o caso da Vinícola Terrassos, indicada pelo leitor Claudio Vitachi.
Entrando em contato com a vinícola, soube que os almoços são servidos apenas aos domingos, e assim, unindo o útil ao agradável, programei uma visita com a galera que costuma passear com a gente de moto.
Foi uma semana de muita ansiedade e ao chegar o domingo, o tempo estava chuvoso o que impediria nosso passeio. Só que nossos amigos estavam tão ansiosos quanto a gente e decidimos enfrentar a chuva.

Daqui pra frente, subimos a pé

Partimos para Amparo e apesar da chuva, a viagem foi deliciosa. Porém, após terminar o asfalto, para chegar até a vinícola, são 2,5 km de terra. Até aí tudo bem, se não fosse a chuva forte que caíra na região na noite anterior. O caminho virou um lamaçal e mesmo com motos apropriadas, a prudência fez com que deixássemos elas em certo ponto e seguíssemos a pé.
Seu Luiz, proprietário da vinícola, nos resgatou na metade da subida com sua Montana e finalmente chegamos ao destino.

O resgate do sr. Luiz

Meu primeiro sentimento foi de fascínio, pois a a vista é deslumbrante. A vinícola está situada em meio a uma reserva florestal da Serra da Mantiqueira, numa altitude de 870 metros.

Lindo visual

Muito bem cuidada, a sede é cercada de flores e possui um lindo jardim muito bem aparado com uma graciosa fonte ao centro. Um balancinho preso a uma árvore no penhasco, faz um convite irrecusável para uma foto. Completando o cenário, entre montanhas, elas, as belas parreiras, com cultivo iniciado em 2003.

Delicadeza das flores

Quem resiste a uma foto no balanço?

Após inúmeras fotos, seu Luiz nos convidou para uma degustação e nos apresentou inicialmente, um delicioso Moscatel. Na sequência, foi servido um tinto seco e tinto Máximo, produzido com uma uva hibrída, obtida pelo IAC, resultante do cruzamento entre as variedades Seibel 11342 e Syrah. Finalizando a degustação, provamos um Syrah, uma das mais antigas variedades de uva, genuinamente francesa. Santé!

Um brinde à vida

Syrah

Vinhos degustação

A essas horas, um cheirinho delicioso de tempero tomava conta do ambiente, mas fomos convidados a fazer um tour para conhecer os processos de produção da vinícola e ai sim, ficamos mais encantados ainda, em saber o quanto trabalhosa e pacienciosa é a produção.

Tour pela produção









Então vamos almoçar? Nos acomodamos no aconchegante salão de tijolinhos com amplas janelas. Muito bem planejado, pois seria uma judiação desperdiçar uma vista tão bela.
Nas paredes, quadros de flores e com temática de vinho. O salão fica sob o comando da dona Rosa, esposa do seu Luís.

Visual encantador


Decoração

Sim, estamos no Brasil

As mesas já estavam preparadas com toalhinhas vermelhas xadrez, taças e deliciosos pães caseiros quentinhos servidos com um divino antepasto de berinjela. Em seguida, foi servida uma salada mix com um temperinho agridoce muito saboroso.

Pão de ervas quentinho

Saladinha

Então o Festival de Massas deu início e foram servidos espaguete ao pesto, talharim a bolonhesa, ravioli quatro queijos ao molho rosé, penne ao molho branco com gorgonzola e espinafre, tortelli de abóbora cabotia ao molho de manteiga e sálvia e finalizando, nhoque ao ragú de linguiça.

Espaguete ao pesto

Talharim a bolonhesa

Ravioli quatro queijos ao molho rosé


Penne ao molho branco com gorgonzola e espinafre


Tortelli de abóbora cabotia ao molho de manteiga e sálvia


Nhoque ao ragú de linguiça

Finalizando é modo de dizer, pois o sistema é de rodízio e a sequência de pratos vai recomeçando. As massas são sensacionais, com tempero na medida, molhos encorpados e com um toque de mestre. Harmonizando com os vinhos da vinícola, o almoço foi perfeito.
As massas estavam incríveis, e acho difícil escolher a mais gostosa, mas arrisco premiar o tortelli de cabotia com sálvia.

Harmonização

Para quem não dispensa um docinho, há opções de sorvete e tiramisù, o mais famoso dolce italiano. Como na vinícola você almoça, passeia, tira fotos, conversa, volta para a mesa, tudo na maior paz e tranquilidade, deu tempo de fazer um pouco de digestão e provar as sobremesas, que também estavam bem gostosas.

Tiramisù e sorvete

À frente da cozinha, está o casal Fernando Fogagnoli e Mary Gomes, que prepara com carinho as massas artesanais. Vindos de Bauru, estão em Amparo desde 2001 e há pouco fecharam uma parceria com a vinícola, preparando o almoço. Nem é preciso dizer que a parceria já deu super certo e tem tudo para ser cada dia melhor. Suas massas também são vendidas na cidade e em breve, o casal lançará sua marca, a Capone. Estamos na torcida.

Mary e Fernando

Outra história interessante é a da própria vinícola, que na contramão da tradição de pai para filho, nasceu de filho para pai. O engenheiro Fábio Luis do Nascimento, é um autodidata que adquiriu o conhecimento enológico estudando diversas publicações nacionais e internacionais. Decidiu ter uma vinícola, contou sobre seu sonho a seu pai e juntos, acharam o local adequado. Fábio fez cursos de vinificação no Brasil e em Israel.

Vinhedo

Amparo já foi famosa pelo cultivo da uva nas décadas de 30 e 40, mas hoje, não é mais considerada tradicional na cultura. Mais uma vez na contramão, é na cidade que a Vinícola Terrassos marcou território desde 2003 e vem crescendo a cada dia, utilizando a tecnologia da poda invertida, que permite a colheita das as uvas em condições ideias de maturação no inverno, alcançando níveis inacreditáveis nas condições de nosso verão.
Os vinhos da Terrassos obtiveram pontuação bem próximas a dos vinhos Salton e Miolo e foi destaque no Anuário da Revista Adega.

Diversidade

Produtos à venda

A Vinícola Terrassos produz uma linha denominada Segredos de Inverno, de vinhos finos e exclusivos, elaborados somente em anos excepcionais, através da segunda poda, com colheita no inverno. Nessa linha estão um Tinto Fino Syrah e um Tinto Maximo.
Outra linha é denominada de Grandes Vinhos, com os vinhos Tinto Fino Seco Syrah, Tinto Seco Maximo e Tinto Suave Maximo.
Produz também, um Espumante Demi-Sec Champenoise, que claro, fizemos um brinde especial com ele e foi aprovadíssimo por todos.

Brinde com seu Luiz, que nos recebeu muito bem

Delicioso espumante Demi-Sec Champenoise

A vinícola está aberta para visitação aos sábados e domingos, das 9 às 18h, lembrando que o almoço é servido somente aos domingos mediante reserva.
Deixo aqui um grande parabéns a toda família da Vinícola Terrassos, da cozinha e ao meu leitor que me indicou essa preciosidade, onde passei um domingo inesquecível com meu marido e meus amigos queridos.



Vinícola Terrassos - $$
Rodovia Amparo - Itapira, Km 137
Amparo - SP
Tel (19) 99744-4094 e (11) 98117-0656


Massas Artesanais
(19) 99616-1852 - Fernando
(19) 99740-2421 - Mary

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Forneiro Parrilla Brasileira - Campinas


Apesar de ter sido inaugurado em dezembro de 2013, fui conhecer o restaurante Forneiro Parrilla Brasileira somente no início deste ano.
Muito bem localizado no Cambuí em uma bela casa de esquina, o restaurante Forneiro possui uma decoração impecável e muito aconchegante, repleta de plantas como samambaias, orquídeas, lírios da paz, entre outras. As mesas também são decoradas com flores, o que dá um toque romântico ao salão.

Lírios da Paz

As samambaias voltaram com tudo

O cliente pode escolher entre o ambiente interno climatizado ou a charmosa varanda com seus ombrelones.

Varanda

O nome da casa é inspirado no João-de-Barro, também chamado por Forneiro. A ave é símbolo de países que servem famosos churrascos, como Argentina e Uruguai. Quem nunca se pegou observando encantado, suas casinhas em formato de forno? Elas são construídas com rusticidade e sofisticação.


Bela decoração

A casa é especializada em carnes de cortes nobres portenhos, que são servidos com acompanhamentos da culinária brasileira.

Polenta

Delicioso torresmo

Linguiça acebolada

No cardápio podemos encontrar de tudo um pouco, como entradas, saladas, porções, grelhados, grelhados premium, peixes, filés, acompanhamentos, menu kids, pratos executivos e sobremesas. Os pratos podem ser individuais ou para duas pessoas e são bem servidos.

Divina picanha

Dicas da Mi:
  • Picanha (arroz, farofa e cebolete)
  • Bom Bom (acompanha arroz, farofa especial e banana à milanesa)
  • Abadejo à Belle Meunière (grelhado com alcaparras, champignon e camarão, acompanhado de arroz e batata souté)
  • Linguada com Amêndoas (grelhado e acompanhado de arroz e purê de mandioquinha)
  • Obelisco (espeto de abobrinha, berinjela, pimentão, cebola e champignon grelhados)
  • Porção de Torresmo
  • Porção de Polenta
  • Mini-churros

Bom Bom (aberto a pedido e tradicional)

O interessante do Forneiro, é que você escolhe a carne e os acompanhamentos.
No dia em que fui com meus pais, comemos picanha com arroz carreteiro, batata corada, salada de rúcula e cebola ao molho da casa, farofa e cebolete.

Acompanhamentos: arroz carreteiro, cebolete e farofa

Acompanhamentos: arroz, banana à milanesa e farofa especial

O prato estava divino e agradou a todos. A carne foi servida em filés altos e exatamente no ponto solicitado.
Em outra oportunidade com os amigos, a pedida foram porções e o Bom Bom de Alcatra Angus. Destaque para a porção de torresmo, que foi servida sequinha, bem carnudinha e deliciosa. Já o Bom Bom, por ser servido em corte bem alto e claro, ficar mal passado (ponto que não me agrada), foi sugerido que meu pedaço viesse cortado ao meio. Como meu marido gosta da carne sangrando, o dele veio de forma tradicional e nós dois ficamos satisfeitos com nossos pedidos.

Batatas coradas

Salada de rúcula com molho da casa

Isso não seria possível se o atendimento não fosse impecável, que considero outro ponto de destaque da casa, pois tanto o Cido quanto o Lucas, que nos atenderam nas duas ocasiões, são atenciosos e muito educados.

Cido e Lucas, atendimento nota 10!

Para beber, uma boa carta de vinhos, cerveja, cervejas especiais, licores, caipirinhas, entre outras.
Uma amiga minha, a Luciana Barioni, recomendou a deliciosa sangria, que é suave e servida em jarra, com vinho tinto. Há também a opção de clericot, preparada com vinho branco.

Cerveja gelada

E para fechar com chave de ouro, as sobremesas também são de babar, como tiramisu, panna cotta de limão siciliano com calda de frutas vermelhas e mini-churros. Eu que amo churros, não deixei de experimentar a versão da casa, fininha e com doce de leite no potinho. Sensacional.


Mini-churros, uma perdição

As minhas impressões sobre o Forneiro foram as melhores, pois o ambiente é lindo, o atendimento impecável e a cozinha maravilhosa. Tem como não ficar fã?




Forneiro Parrila Brasileira - $$$
Rua Emílio Ribas, 1.510 - Cambuí
Campinas - SP
Tel (19) 2517-3737
www.forneiro.com.br