segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Petisqueira dos Pobres – Campinas



Há pouco tempo, postei uma matéria sobre a Cantina do Zuza, dizendo que atualmente ele comandava outro estabelecimento.
Trata-se da Petisqueira dos Pobres, que a começar pelo nome já é inusitado.
Carismático e com um excelente semblante, Zuza se divide entre o balcão, o fogão e as mesas.
A Petisqueira possui um ambiente bem pequeno, com poucas mesas em seu espaço interno e a maioria na calçada.

Famoso Zuza

Em torno do balcão, mais propriamente do Zuza, diversos clientes tomam cerveja em pé, puxando conversa enquanto os petiscos são preparados visivelmente sem pressa.
Não há cardápio disponível, mas há uma tabuleta na entrada com algumas sugestões e outra pendurada na parede. Há também alguns cartazes com preços das bebidas e caso o cliente tenha alguma dúvida, é mais fácil perguntar diretamente ao Zuza.

Quadros preciosos

Nas paredes, muitos quadros com fotos antigas de figuras famosas de Campinas e de jogadores da Ponte Preta. Uma das fotos mais interessantes que vi, foi a do pai do Zuza, no balcão de seu empório, há muitos anos, tornando facilmente compreensível essa paixão, passada de pai para filho.

Lanche de Aliche preparado no capricho

Dica da Mi:
  • Lanche de Aliche
  • Bolinho de Bacalhau
  • Croquete de Carne
  • Cestinha de Bacalhau
  • Caldo de Mocotó


Bolinho de Bacalhau

Na noite em que estive lá, ele estava preparando uma dobradinha e pelo visto a galera estava animada esperando. O cheiro dos temperos estava muito bom.
A maioria dos clientes, vai à petisqueira atrás dos famosos pratos da baixa gastronomia, como essa tal dobradinha, a moela ao molho, o pimentão recheado, entre outros pratos que o Zuza costuma preparar, como se fosse um verdadeiro ritual.

Tudo explicadinho

A cada dia é servido um tipo de prato e com toda essa variedade, é comum não haver disponível alguns dos petiscos descritos nas tabuletas, mas sempre haverá um lanchinho ou salgado para forrar o estômago enquanto tomamos uma cerveja gelada e prestamos atenção no movimento do bar.
Tive a sorte de estar presente na noite em que um grupo de amigos se reuniu para tocar aquele sambinha gostoso das antigas.
A Petisqueira dos Pobres é um lugar fora do comum, onde pobre mesmo, é somente aquele que foi lá e não entendeu o recado.

Samba de qualidade

Petisqueira dos Pobres - $$
Rua Proença, nº 327, Jardim Proença
Campinas – SP
Tel (19) 3234-7985

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Divino Sabor – Cabo de Santo Agostinho



Nossa primeira aventura gastronômica em Pernambuco, foi no Restaurante Divino Sabor, na cidade de Cabo de Santo Agostinho.
Tínhamos acabado de chegar em Recife e nos deslocávamos até nosso primeiro destino, Maragogi, com a intenção de almoçar no caminho.
Percebemos que na estrada, não havia muita opção e já tínhamos concordado em parar em qualquer lugar, para comer ao menos um salgado ou um lanche.
Foi quando vi uma série de outdoors do Restaurante Divino Sabor, os quais chamaram a atenção. Pronto, achamos onde almoçar.

Essa estava gelada hein?

Ao entrar, nos deparamos com um belo e amplo restaurante. As mesas arrumadas impecavelmente e os garçons prontos para o atendimento.
Pela estampa requintada do restaurante, já imaginei que seria nossa primeira facada de férias e ao folhear  o amplo cardápio, também imaginei que os pratos eram individuais, devido aos preços.
Foi quando o Maitre Francisco veio à nossa mesa e nos informou que os pratos serviam de duas a três pessoas. Confesso que fiquei surpresa.
Conclusão, seguimos a sugestão de Francisco e pedimos o prato de maior saída, o Bacalhau ao Divino.

Arroz com Brócolis


Dicas da Mi:
  • Bacalhau ao Divino (postas de bacalhau no azeite, gratinado com batatas, ovos, cebola, azeitona. Acompanha arroz com brócolis)
  • Filé de Tilápia ao Divino (tilápia grelhada ao molho de gorgonzola com arroz e legumes a Julienne)
  • Carne de Sol (filés de carne de sol com feijão macassar, arroz, macaxeira frita, vinagrete e farofa de jerimum)
  • Risoto de Camarão (camarões frescos ao molho de tomate, com arroz, queijo parmesão e ervilhas)


Bacalhau ao Divino

Enquanto aguardávamos o pedido (que não demorou muito a chegar), tomamos umas Heinekens geladinhas e batemos um papo com o simpático Maitre.
O Restaurante é novo e está aberto há apenas seis meses e aos poucos está se firmando e conquistando a clientela local e turistas como nós.
Durante a semana, a casa trabalha com o sistema self-service, além do à la carte.
Sobre o prato escolhido, não poderia ter melhor nome, pois estava realmente divino. Postas altas de bacalhau, com tempero na medida. Muito bem servido e preparado com ingredientes de qualidade incontestável.
Comemos muitíssimo bem e claro, não demos conta do prato todo.

Chef Robson: Alegria em pessoa

De tantos elogios que fizemos, acabamos sendo apresentados ao talentoso Chef Robson, que já trabalhou em diversos restaurantes renomados da região e hoje está no comando da cozinha do Divino Sabor.
Ambiente agradável, atendimento impecável e uma comida dos deuses. Pena não ter um desses pertinho de casa.



Divino Sabor - $
Rua Dr Fernando Cascão, n° 27 – Centro
Cabo de Santo Agostinho – PE
Tel (81) 3524-6573

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Di Firenze – Campinas



Inaugurada no final de 2011, a cantina Di Firenze é focada na culinária florentina e tem como desafio trabalhar com diversos sabores e aromas da cozinha contemporânea a preços mais acessíveis.
Localizada no Cambuí, a cantina possui um ambiente muito aconchegante, decorado com as cores típicas da Itália, verde, vermelho e branco, as quais são encontradas nas cortinas e toalhas de mesa.
As mesas são bem dispostas em dois ambientes climatizados, sendo uma varanda fechada na entrada e um salão interno.
O cardápio é variado e agrada a todos os paladares. Composto por deliciosas entradas, saladas, massas frescas, recheadas e especiais, sopas e cremes, risotos, carnes, peixes e frango, além de cinco pratos infantis e sobremesas.
A maioria dos pratos são acompanhados de risotos, legumes ou massas.
Para as massas, a variedade de molho é fantástica, e o cliente pode escolher entre 18 opções, como funghi, quatro queijos, parisiense, carbonara, frutos do mar, entre outros.
Nos pratos preparados com peixe, o cliente pode escolher aquele de sua preferência, como abadejo, linguado, salmão tilápia ou truta, o que achei excelente.

Abadejo ao Luigi com Risoto Zucchine


Dicas da Mi:
  • Abobrinha Italiana (entrada)
  • Perna de Cabrito (inteira e assada ao forno com brócolis, palmito, batata corada e alho. Acompanha capellini na manteiga)
  • Medalhão Especial (medalhão grelhado com bacon, ao molho madeira e leve toque de mostarda e creme de leite. Acompanha capellini na manteiga e salsinha)
  • Peixe Mediterrâneo (linguado grelhado ao molho de camarão, com tomate cereja, azeitonas pretas e manjericão. Acompanha risoto siciliano). 
  • Peixe ao Luigi (abadejo grelhado com aspargos, palmito, champignon e camarões flambados. Acompanha risoto zucchine)


Linguado Mediterrâneo com Risoto Siciliano

Os pratos são bem elaborados, bem servidos e os filés de peixes são bem altos. O sabor é um caso à parte, um perfeita combinação de sabores.
A casa trabalha com uma boa carta de vinhos argentinos, portugueses, chilenos e espanhóis, além de cervejas, sucos e refrigerantes. 
O atendimento é outro ponto forte da cantina. Os garçons são muito bem preparados, atenciosos e simpáticos.
O pedido demora um pouco a chegar, mas os garçons sempre passam pelas mesas dando satisfações sobre o tempo de preparo, deixando os clientes mais tranquilos, sem aquela incômoda sensação de “esqueceram do meu pedido”.
O menu à la carte é servido tanto no almoço como no jantar, e de segunda a sexta no horário do almoço, há também o menu executivo, com diversos pratos mais rápidos, porém não menos requintados.
Se você ainda não conhece essa cucina contemporanea, vale a pena se programar e se deliciar com todas as maravilhas da Di Firenze.



Di Firenze - $$
Rua Américo Brasiliense, nº 350 – Cambuí
Campinas – SP
Tel (19) 3579-8777 e 3579-9777

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Feijão com Tranqueira – Joaquim Egídio – Campinas



O Feijão com Tranqueira é o tipo de restaurante mais que indicado para ir com os amigos ou com a família em um final de semana e se esbaldar com todas as delícias da culinária mineira no aconchego da natureza.
O caminho por si só já é uma higiene mental, pois o restaurante está localizado em uma fazenda na linda Estrada das Cabras, em Joaquim Egídio.
Inaugurado em 1991 sem muitas pretensões, o Feijão com Tranqueira agradou tanto os frequentadores, que ao longo desses anos, já passou por diversas melhorias, ampliações, alterações de cardápio, visando atender cada vez melhor seus clientes. Sempre sob o comando do animadíssimo Carlos Alberto, carinhosamente chamado de Carlão pelos clientes, a casa comporta confortavelmente 350 pessoas e chega a servir mais de 1.000 refeições por final de semana.


Pinguinha para abrir o apetite

Instalado em uma ampla casa com estilo rústico, o restaurante possui uma decoração bem criativa e divertida, com muito objetos de fazenda como lampião, latão de leite, serrote, foice, moedor de café, violas, garrafões de pinga, berrantes entre muitos outros.
Em meio a todos esses objetos, não posso deixar de falar dos vinis que decoram boa parte das paredes, afinal Carlão já trabalhou como DJ e é apaixonados por suas relíquias.
As mesas são dispostas na bela e agradável varanda, no amplo ambiente interno e nas concorridas mesas do quintal. Isso mesmo, todos querem uma mesa no quintal, à sombra das árvores, podendo apreciar a natureza, ouvir os pássaros e ainda observar alguns animais criados na fazenda.


Prêmios merecidos

O cardápio é inspirado na mais autêntica comida de fazenda e o restaurante já foi vencedor por diversos anos do prêmio Veja Campinas Comer & Beber, categoria Comida Brasileira. Repleto de todos aqueles itens que o cardiologista recomenda que passemos longe, é praticamente impossível se controlar com tantas opções e com aquele cheirinho bom de tempero que toma conta do ambiente.


Só delícias

A comida é preparada com capricho no fogão à lenha e é servida em dois sistemas, à la carte às sextas, sábados e domingos e buffet self-service aos domingos e feriados, onde o cliente paga um valor e come à vontade, incluindo as muitas sobremesas caseiras.
No buffet de saladas, podemos encontrar uma grande variedade de verduras, legumes, picles, cuscuz, tudo fresquinho e bonito.


Buffet de Saladas

No buffet de pratos quentes, temos à vontade entre muitas outras opções, o torresmo crocantinho, mandioca frita, polenta frita ou cozida, bolinho de arroz, farofa, arroz branco, arroz carreteiro, ovo frito, linguiça, pernil, frango com quiabo, carne de panela com batata, vaca atolada, macarrão, feijão tropeiro, feijoada e o famoso feijão com tranqueira, preparado com paio e linguiça calabresa.


O famoso Feijão com Tranqueira

Entre os pratos à la carte, os mais procurados são o filé a parmegiana, a bisteca de porco e o contra filé acebolado, preferencialmente acompanhados do feijão com tranqueira.


Sobremesas caseiras

A maioria das pessoas que escolhe o Feijão com Tranqueira para almoçar, costuma passar o dia no local. Vão se servindo aos poucos, tomando uma caipirinha, uma cerveja gelada, se servindo mais um pouquinho, atacando as sobremesas que são caseiríssimas e depois vão dar uma caminhada para ver os bichinhos que ficam em uma área própria para eles, como coelho, pavão, peru, pônei, cabrito, diversos passarinhos, entre outros. A criançada adora.


Casinha dos Coelhos

Há também aqueles que preferem se deitar nas redes estrategicamente bem instaladas entre as árvores, ou simplesmente ficar olhando o lago como se algo fosse sair de lá.


Quintal para a molecada 

Mesmo sendo considerado distante, sempre digo que o certo seria voltar a pé para casa, para fazer digestão e queimar um pouco das calorias adquiridas, pois, antes de ir embora, mesmo depois de tanta comilança, não há quem resista a um cafezinho acompanhado do tradicional bolinho de chuva.
Feijão com Tranqueira, além da boa comida, um lugar simples, acolhedor e muito agradável.


Café e Bolinho de Chuva


Feijão com Tranqueira - $$$
Rodovia José Bonifácio Coutinho Nogueira  (Estrada das Cabras), Km 11 – Joaquim Egídio
Campinas – SP
Tel (19) 3298-6682


segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Alzirão Empório e Bar - Campinas


Por indicação do amigo e seguidor Alexandre Toloto, fui conferir o mais novo bar de Barão Geraldo, o Alzirão Empório e Bar.
Inaugurado em 2 de novembro, ou seja, com quase 3 meses de existência, o que pude vivenciar naquela noite de sexta-feira, me fez ter a certeza de que o bar é comandado por quem entende do riscado e que veio para ficar, pois achei ele perfeito em tudo.
A começar pela excelente localização e pela bela fachada que inclui um container em sua estrutura, que é feita de 80% de material reciclado. Como não poderia ser diferente, me agradou muito o fato do bar ser de esquina, com diversas mesas em uma ampla área na entrada, sob a copa de uma grande árvore e alguns ombrelones.


Ambiente interno

O ambiente interno é super agradável, todo de tijolos aparentes e com uma decoração muito criativa, com lindas luminárias feitas com vidros de azeite, capas de LPs clássicos, luminosos, peças de embutidos penduradas no balcão, frios e queijos expostos nas prateleiras como em todo bom empório.
As diversas mesas ficam em torno de um buffet de petiscos e também em um charmoso mezanino.


Mesa de petiscos 


O buffet de petiscos é composto por queijos, salame, copa, azeitona, grãos, torradinhas entre outros itens. O cliente se serve conforme sua predileção e depois é só pesar o prato no balcão.
O nome do bar é uma homenagem que o proprietário fez a seu pai, o Sr. Alziro.
O cardápio é tentador, com diversas opções de lanches, porções quentes e frias e também algumas sobremesas.


Bombom de alcatra


Dicas da Mi:
  • Porção de Bombom de Alcatra (acompanha pãozinho fatiado)
  • Lanche Peru do Alzirão (peito de peru, gorgonzola, rúcula, tomate e azeitona)
  • Lanche Bombom de Alcatra (alcatra, queijo e tomate)
  • Linguiça do Alzirão (linguiça caipira servida no prato, com cebola, vinagrete e queijo derretido. Acompanha pãozinho fatiado)
  • Submarino do Alzirão (Steinhaeger com chopp)
Peru do Alzirão

Os lanches são bem montados, super caprichados e com um sabor especial. As porções são bem servidas e muito saborosas.
Sem nenhum trocadilho, recomendo que não deixem de provar o Peru do Alzirão, pois o lanche é um espetáculo, assim como a Linguiça do Alzirão, um lanche que é servido aberto na prato.


Linguiça do Alzirão

Os garçons atendem bem as mesas e se encontram em um número considerável.
Para beber, a casa trabalha com chopp Itaipava claro e escuro, cerveja de diversas marcas como Petra, Weltenburger, Black Princess, Paulaner e as tradicionais Itaipava e Brahma. Deliciosas caipirinhas de frutas variadas, whisky e bebidas não alcoólicas, bonitas e gostosas.


Drinks bonitos e gostosos

Para completar, na noite em que estive presente, havia um sensacional trio tocando um chorinho que caiu feito luva para aquele ambiente, o Conjunto Subindo a Ladeira.

Chorinho com o Conjunto Subindo a Ladeira

Esse é o Alzirão, uma dica imperdível para você meu leitor, pois é um bar que acabou de nascer, mas promete fazer história.




Alzirão Empório e Bar - $$
Rua Francisco de Barros Filho, n° 432 - Barão Geraldo
Campinas - SP
Tel (19) 3579-9040

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Bar do Boni – Florianópolis


Sem conhecer nada em Florianópolis e procurando um bar legal para beber e petiscar, entre tantas opções bacanas, decidimos parar no Bar do Boni, pois ele praticamente nos enfeitiçou.
Sua localização extremamente agradável, bem no canto da movimentada Avenida das Rendeiras e às margens da Lagoa da Conceição, já dava a impressão que a escolha seria perfeita, somente pela belíssima vista.
A noite estava bem fresca, e nos acomodamos nas chamativas cadeiras na areia.
Logo fomos atendidos e imediatamente a cerveja estava na mesa.


Iniciando a noite com a irresistível Casquinha de Siri

Ao abrir o cardápio, pude conhecer um pouco da história do bar, que está neste local desde 2004. A princípio, atendia preferencialmente os pescadores da região, servindo basicamente pastel, almôndegas, cerveja e cachaça. Ao longo dos anos, passou por uma ampliação e hoje é um sucesso, muito procurado pelos turistas e conquistando títulos de eventos gastronômicos e indicações em diversos anos ao prêmio da revista Veja Santa Catarina Comer & Beber.

Prêmios e Indicações

Hoje o bar possui uma atraente área externa e dois ambientes internos fechados, sendo que em um deles, fica um espaço reservado para a música ao vivo.
Na entrada, uma linda escultura de um barco, feita de metais, traduz toda a paixão pela ilha.


Isca de Peixe

No cardápio, os petiscos são de deixar qualquer cristão atordoado. Repletos de peixes e frutos do mar, salgados, pastéis, lanches, caldos e porções diversas.
O destaque são as ostras, servidas na versão in natura, no bafo ou gratinadas e grande fama tem também o bolinho de bacalhau.

Ostras in Natura



Dicas da Mi:
  • Ostras (dúzia)
  • Casquinha de Siri (unidade)
  • Porção de Camarão no Bafo
  • Bolinho de Bacalhau
  • Bolinho de Camarão

Bolinho de Camarão

Tudo muito gostoso, temperado e bem servido, sem contar o preço dos frutos do mar, muito em conta comparado com nosso Estado de São Paulo.
O atendimento foi muito bom, pois mesmo com tamanho movimento, não houve grande espera nem para bebida nem para a comida.
A casa estava lotadíssima, e algumas mesinhas foram colocadas em um deck de pescadores, o que deu mais charme ainda ao local.

Espetacular show de Maré & Areia

O vento aumentou e conseguimos transferir a mesa para o ambiente interno e assim, pudemos apreciar ainda mais a qualidade do grupo que tocava na noite, que de tão fantástico, nos animou a arriscar uma dançada a dois.
O Bar do Boni possui uma ótima estrutura para atender seus clientes e pelo visto a música ao vivo atrai um público fiel e alegre que não tem pressa de ir embora, pois mesmo tendo que acordar cedo no dia seguinte, aproveitamos ao máximo a noite e só encerramos a conta após o show terminar.






Bar do Boni - $$
Avenida das Rendeiras, nº 67 – Lagoa da Conceição
Florianópolis – SC
Tel (48) 3232-1139
http://www.bardoboni.com/



segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Bar do André - Rei do Mé – Campinas


Vamos começar o ano com um dos melhores botecos que fui em 2011, o Bar do André - Rei do Mé, que dispensa apresentações.
Localizado no bairro mais antigo de Campinas, a Vila Industrial, o boteco de esquina todo envidraçado, possui um abarrotado ambiente interno e diversas mesinhas na calçada.
Com 35 anos de existência, participou de todas as edições do Comida di Buteco e já tem vaga garantida para 2013, afinal levou 2 prêmios, sendo um deles em 2011 e em 2012, emplacou com Carioquinha Esperto, na modalidade Hellmann´s.

O Vencedor: Carioquinha Esperto

André é uma figura. Carioca bom de papo, que mesmo com mais de 30 anos de Campinas não perdeu o sotaque e com seu belo sorriso estampado no rosto, comanda a casa sem descanso e orgulhoso, faz questão de dizer que seu bar abre todos os dias do ano.

Pimenta, pimenta e mais pimenta

Se o dono é uma figura, imaginem o bar. Repleto de informações para todos os lados, diversos produtos pendurados, quadros com pensamentos e ditados populares, caderneta de fiado, placa de avisos, caixas de cerveja, produtos de mercearia, balcão com diversos itens e uma infinidade de vidros de pimenta. Aliás, se o bar tivesse outro nome, com certeza seria de Bar do André – Rei da Pimenta.
No cardápio, lanches, porções e salgados que somente um boteco que entende do riscado tem gabarito para preparar.

Concorrente do Comida di Buteco:
Burrinho Especial com Carona

Dicas da Mi
  • Empada de Frango (cuidado com a azeitona com caroço)
  • Carioquinha Esperto (pernil, provolone, maionese, vinagrete)
  • Burrinho Especial com Carona (lanche frio, com mortadela defumada, queijo provolone, tomate)
  • Churrasco Especial (contra-filé, presunto, queijo, ovo, alface e tomate)

Empadas de outro mundo

A empada (que o André chama de empadão) é simplesmente imperdível e os lanches são surpreendentes. Bem montados e super recheados, além de muito saborosos.
O atendimento é do tipo garçom-amigo, e fomos muito bem atendidos pelo Thomas e pelo Ricardo, afilhado do André.
A cerveja sempre gelada, não nos faltou na mesa e o pedido chegava rapidamente.

Churrasco Especial, huuuummmm

O clima no bar é o mais descontraído possível e o público é bem variado, formado por todas as tribos e idades.
É um barato também prestar atenção nos avisos espalhados pelo bar. A primeira vista, o cliente acha que está escrito com o português errado, mas se continuar lendo, logo podemos perceber que é mais uma tiração de sarro do André. Um exemplo da brincadeira é o “Frango Aççado com Falofa”.


É ver para crer

Todos os dias da semana, no horário do almoço são servidos pratos à la carte e o prato do dia.
Às quintas e sextas-feiras, a tradição é o André levar a churrasqueira para a calçada e preparar o churrasco.
O Bar do André é um lugar indescritível, o qual um autêntico fã de boteco tem a obrigação de conhecer.

Esse boteco é uma VIAGEM

Bar do André – Rei do Mé - $
Rua Sales de Oliveira, nº 201 - Vila Industrial
Campinas - SP
Tel (19) 3272-8536